Oferta limitada!!!

Filho de Ladrão

R$74,90

R$68,90

8% OFF
2x de R$34,45 sem juros
3% de desconto pagando com Pix (Depósito em conta bancária - Caixa Econômica)
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Itiban Comic Shop Av. Silva Jardim, 845, Curitiba - Atendimento de Segunda à Sexta das 10:00 às 18:00 e Sábados das 10:00 às 17:00
    Grátis
Devolução
Produtos com defeito* poderão ser devolvidos ou trocados mediante disponibilidade em até 07 (sete) dias úteis.

Sobre o quadrinho:

Um dos maiores clássicos da literatura latino-americana em quadrinhos!

 

“Um dos maiores escritores do Chile e, além disso, um homem de uma extraordinária coerência com suas ideias e princípios. Deu-nos a lição de sua própria existência, criada com muito esforço: o que narrou, viveu, e sempre viveu perto dos humildes.” 

– Salvador Allende

 

Um dia, Aniceto Hevia descobriu que seu pai não era cubano e não se chamava José: era o Galego, um famoso ladrão espanhol. O romance do anarquista Manuel Rojas (1896-1973) fala dos nômades urbanos da América do Sul, seus personagens cruzam as fronteiras das repúblicas, vão de cidade em cidade: Rio de Janeiro, Buenos Aires, Mendonza, Valparaízo… 

 

Lançado originalmente em 1951, Filho de Ladrão é um marco na literatura do continente e ganha agora uma poderosa versão em quadrinhos, com roteiro de Christian Morales, desenhos de Luiz Martínez e diálogos de Marco Herrera.

 

 

Sobre o autor:

Assim como Aniceto Hevia, Manuel Rojas nasceu em Buenos Aires e teve uma infância bem pobre. Abandonou a escola aos 11 anos para trabalhar e ajudar a sustentar a família. Como Aniceto, trabalhou como pintor de paredes, mas também colheu uvas, foi peão numa companhia ferroviária, estivador, eletricista, alfaiate etc. E como o protagonista de Filho de Ladrão, tinha 16 anos quando atravessou a pé a cordilheira dos Andes para ir viver no Chile (em 2012, para comemorar o centenário dessa travessia, o Ministério da Cultura chileno instituiu o Prêmio Iberoamericano de Narrativa Manuel Rojas e o primeiro premiado foi o escritor brasileiro Rubem Fonseca).

 

Bem cedo, Rojas se tornou um anarquista e começou a colaborar com publicações revolucionárias da Argentina e do Chile. Era um autodidata com uma cultura impressionante. Além de ter se tornado jornalista e professor universitário (chegou a dar aulas até nos Estados Unidos), sua produção literária é enorme, com vários romances e dezenas de livros de poesia, contos e ensaios.

 

 

Detalhes da edição:

autores: Manuel Rojas, Christian Morales e Luis Martínez

editora: Veneta

idioma: Português

páginas: 248

comprimento: 24,00 cm

largura: 17,00 cm

tradução: Marcelo Barbão e Rogério de Campos

acabamento: Brochura

 

 

 

Compre e receba em casa

Entregas em Curitiba - Consulte via WhatsApp

Site seguro

Protegemos seus dados