Oferta limitada !!

MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS

R$34,90

R$24,40

30% OFF
4x de R$6,10 sem juros
Entregas para o CEP:

Meios de envio

  • Itiban Comic Shop Av. Silva Jardim, 845, Curitiba - Atendimento de Segunda à Sexta das 10:00 às 18:00 e Sábados das 10:00 às 17:30
    Grátis
Devolução
Produtos com defeito* , poderão ser devolvidos ou trocados,mediante disponibilidade em até 07 ( sete ) dias úteis.

Sobre o livro:

Um romance de desventuras e anti-heróis que, na contramão do rígido moralismo romântico do século XIX, abriu espaço na literatura brasileira para um dos mais formidáveis tipos nacionais: o malandro.

Publicado em 1854, Memórias de um sargento de milícias ocupa um lugar muito especial entre os romances brasileiros do século XIX. Escrito numa época em que a ficção de folhetins era sinônimo de idealização romântica, Manuel Antônio de Almeida rompeu o ciclo de heróis e heroínas e suas aventuras amorosas para narrar o cotidiano das classes populares, suas desventuras e seu anti-herói por excelência: o malandro.
Leonardo, seu protagonista, nada tem em comum com os heróis românticos da época. Desde muito cedo deu as costas para a vida acadêmica e religiosa para desfrutar do ócio. Não sofre remorsos nem dores de amor, e quando é feito sargento se identifica mais com a malandragem do que com as forças da ordem.
Com sua narrativa centrada nos homens livres, mas despossuídos, do Brasil dos tempos de d. João VI, este romance pioneiro oferece um panorama cômico e precioso do modo de vida e da moralidade incrivelmente adaptável de um país ainda em construção.

 

Sobre o autor:

MANUEL ANTÔNIO DE ALMEIDA
Nasceu no Rio de Janeiro em 1831, filho de um militar de baixa patente. Admitido na Faculdade de Medicina em 1849, abandonou o curso por dificuldades financeiras. Adotou como profissão o jornalismo, trabalhando no Correio Mercantil, no qual publicou anonimamente, entre 1852 e 1853, os folhetins que compõem seu único romance, Memórias de um sargento de milícias. Mais tarde nomeado funcionário do Ministério da Fazenda, desejava lançar-se na carreira política, mas acabou morrendo num naufrágio durante uma viagem para a cidade de Campos, em 1861.


Detalhes da edição:

autor : Manuel Antônio de Almeida

páginas : 272

selo : Penguin-Companhia

comprimento: 20,00 cm

largura: 13,00 cm

altura : 1 cm

peso : 0,265 kg

capa mole

Compre e receba em casa

Entregas em Curitiba - Consulte!

Até 3 vezes sem juros

Com todos os cartões de crédito

Site seguro

Protegemos seus dados